domingo, 25 de dezembro de 2011

Cesinha Nunes é bicampeão!


Cesinha Nunes conquistou o bicampeonato no Unidos do Morro do Céu. Ele, que fez o primeiro samba do bloco em 2010, que virou hino, levou para a disputa o cavaquinista Thiago e o amigo e intérprete de longa data Zinho para a defesa do samba. Foi o primeiro a se apresentar e mostrou consistência na defesa.

Agora, Cesinha coleciona três sambas na agremiação. O primeiro, que abriu a história do bloco, o segundo em 2011 que retratou os carnavais da Praça XV e este que faz uma abordagem sobre as brincadeiras de criança na comunidade.

Foi uma disputa acirrada, pois Anderson Queiroz fez um samba competitivo. Além disso, Anderson, que estava à frente da Bateria Tenebrosa, investiu para a defesa. Levou nada mais nada menos que Alan Cardozo, intérprete consagrado em Florianópolis e que defende as cores da Protegidos da Princesa. Além de Alan, compuseram a equipe de defesa o intérprete Feijão e os cavaquinistas Neném e Roger. Um segundo lugar que quase beliscou o título.

A grata surpresa da tarde de disputa de samba foi a composição do jornalista Jorge Júnior, o Dolinho. A letra do samba trouxe vários temas e histórias que lembram a infância na comunidade. O público aprovou o samba, porém, o próprio compositor fez a defesa o que poderia ter sido feito por um intérprete renomado. Mas mesmo assim, o público gostou. O cavaco desta parceria que ficou em terceito lugar foi desenvolvido por Gustavo Ribeiro.

O compositor Gilmar Verzola teve dificuldades para obter um cavaquinista e um intérprete. Por isso, pediu desistência do concurso. Mesmo desclassificado, recebeu da diretoria do bloco o troféu de quarto lugar por ter cumprido os requisitos para a inscrição da disputa.

A mesa julgadora foi formada por:

Marquinho do Cavaco - Carnavalesco
Celinho da Copa Lord - Compositor
Guilherme Partideiro - Músico e Sambista
Dú da Cuíca - Mestre de Bateria da Unidos da Coloninha
Gú Lopes - Diretor Musical da Copa Lord

Nenhum comentário:

Postar um comentário