sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

O balé da emoção























Nada é mais emblemático, no desfile de uma agremiação carnavalesca, do que o bailar do casal de mestre-sala e porta-bandeira. Leveza, elegância e responsabilidade. São três palavras que expressam o dever da dupla. E isso deve ser feito, sobretudo, com amor.

No desfile do dia 8 de fevereiro, Aninha Conceição e Diogo Crispim cumpriram à risca o que uma apresentação digna e emocionante exige. Na chuva, não perderam o tempo dos passos ensaiados arduamente. Muito menos o olhar comprometido com o parceiro e acima de tudo com o pavilhão. Estão de parabéns e merecem o nosso reconhecimento!

Nenhum comentário:

Postar um comentário